sábado, 23 de abril de 2016

O mealheiro

Os tratamentos sempre foram caros, então cedo comecei a juntar num mealheiro o dinheiro que precisaria...e que nunca foi suficiente.
Moedas de 2 euros, moedas pretas, notas novas...todas as desculpas serviam e para lá iam...
A gravidez aconteceu, as moedinhas por lá ficaram...cerca de 7 euros.

- olha mãe que mealheiro tão lindo, é meu?
- é sim filha, a mãe juntou estas moedinhas para ti
- que bom mamã, então posso levar para o meu quarto?
- podes
- ai mãe estou tão feliz, eu vou meter mais moedinhas para depois comprar coisas para ser feliz
- olha nem tudo o que nos faz feliz se compra, o

colo da mãe não se compra, os beijinhos, as festinhas
- eu sei mãe, mas eu vou juntar para ter moedas para andar no carrinho dos bombeiros ou no carro do Nody, pode ser?
- claro que sim, mas agora tens de ser tu a enchê-lo de moedas
- ai mãe estou tão feliz, um tu meteste dinheiro para eu ser feliz, dois é tãoooooooooo lindo cor-de-rosa e com dois corações, três vou andar no nody....oh mãe, os corações de quem são?
- são o meu e o do teu pai, que queremos que tu sejas sempre muito feliz
- oh mãe e sou

O sonho está concretizado, mas há memórias complicadas de gerir, o mealheiro é bonito, mas o que ele realmente representa não tem palavras...a dor de estar vazio, a dúvida se o esforço alguma vez seria compensado.
Esta conversa serviu para finalmente ter paz ao olhar para ele.



sábado, 30 de maio de 2015

Mini-bibliotecária

Desde que os meus livros de culinária tiveram ordem de despejo que a miúda acha que é bibliotecária...passa a vida a re-arrumar os seus livros, ainda não percebi por qual lógica, mas pelo grau de concentração há alguma...

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Ser bem-educada

Bofetada com luva-branca.
A mãe mal-encarada passa por nós, uma voz doce de criança diz: bommmmmmmmmmmmm dia, até logo.
mal-encarada responde: bom dia também para ti, boa escolinha
criança: viste mãe eu disse bom dia.
mãe: fizeste muito bem, é assim que as pessoas educadas fazem.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Acessórios de cabelo

Há crianças de cabelo comprido que transpiram muito.
Há mães que tentam convencer que é melhor um totó que um gancho.
Há pais ensonados que tentam ajudar: leva o gancho filha.
"viste mamã o papá quer o gancho".
De boas intenções...

Hora do banho

Hoje ao dar banho à pequena:
- mãe tenho osjolhos arder
- ai filha desculpa
- não xculpo fui eu
(realmente assim não há lugar a desculpas:)))) )

sábado, 23 de maio de 2015

Zoo da Maia

Fomos ao zoológico, no regresso a casa a pergunta que se impõe:
- qual foi o animal que mais gostaste?
- os patos
Da próxima vamos a um parque qualquer de entrada livre e fica a sede saciada:))))

Correia do estores

Descobrimos a correia do estores...e como não temos força para abrir...fechamos...

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Educadores que precisam de educação

Ah e tal miúdos mal educados, ah e tal pais que não educam.
Ah e tal tanta gente estúpida!
Hoje fui buscar a filhota e quando estávamos no corredor dos cacifos eis que me pergunta: o que é isto mamã?
- é iogurte, alguém deixou cair, cuidado não pises que podes escorregar e cair. Vamos, vem com a mamã para avisarmos que o chão está sujo.
Pelo caminho vinha uma mãe com uma bebé de colo, lá avisei do chão. Sim, com uma criança ao colo não temos o mesmo alcance de visão.
Agradeceu, avisou o filho que estava no chão, e quando me ia a sugerir que se devia avisar alguém informei que era o que ia fazer.
Pedi a uma auxiliar para limpar, pois qualquer um podia cair ali.
Foi "a correr" limpar.
Não sei quem foi, não vi quem foi. Vi apenas uma mãe sair disparada com a filha assim que eu disse: é iogurte.
Seria ela?
Não faço ideia, mas incomoda-me quando não pensamos nos outros e os pomos desta forma em risco.
Pior, alguma criança deixou cair iogurte e saiu dali com um adulto que fez de conta que nada viu. E assim que se andam a educar as crianças, há educadores como estes!!! Eles andEm aí...
Medo muito medo.

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Onde anda o João Pestana?

22:21 oiço passos...minutos após ter deixado de ouvir cantar...
Estou indecisa entre fazer-me de morta ou mandar um berro...

domingo, 17 de maio de 2015

Livros

Alguém tinha num cantinho de uma estante livros de culinária.
Um dia apareceu uma menina, era preciso espaço e foram lá colocados livros infantis.
Hoje a menina tirou tudo o que era de culinária, meteu no sofá, encheu a prateleira de livros infantis e disse: pechiso de espaço mamã.
Parece que antes mesmo de aprender a ler vamos ter guerras de espaço cá por casa...

quinta-feira, 14 de maio de 2015

A mãe

Eu babei quando abri o cacifo. Depois mais um pouquinho quando me contaram que o traço é todo dela, feito sem ajudas.

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Muito ocupada

- porque é que não vieste quando o pai te chamou?
- puque estava ocupada...

Bufa

- bufa mamã bufa
- não filha, a mamã não faz isso
- bufa mamã bufa
- sabes o que quer dizer bufar na minha terra?
- não...
- fazer puns
- sópa mamã sópa o balão

quinta-feira, 7 de maio de 2015

terça-feira, 5 de maio de 2015

Tês anos

E eis que finalmente me sentei.
A minha filhota que fez "tês" anos, canta.
Canta uma música que só ela sabe, a letra é o resumo do dia.
A avó que foi com os pais à escolinha, o bolo da dra brinquedos, a avó e o avô que lhe ligaram, e a tia...e o pimo...e a pima...
Ainda não pede brinquedos, não recebeu muitos presentes mas estava tão feliz.
É giro ver como já dá importância ao evento em si, ao crescimento...e claro que mãe que é mãe já lhe disse que aos 3 há uma série de coisas que já não pode fazer...vamos a ver se cola...

domingo, 3 de maio de 2015

Comeste-me?

Helena viu uma foto da mãe grávida.
- é como a Tânia (auxiliar que esteve grávida)
- sim, era quando a mãe estava grávida de ti
- de mim??
- sim estavas na barriga da mamã
- COMESTE-MEEEEEEEEEEE???????????
E assim se termina um dia da mãe com uma criança a achar que foi comida quando era muito pequenina.
Depois lá se distraiu com outras fotos.

sábado, 2 de maio de 2015

Luta inglória

Percebes que estás a perder uma batalha quando...
- a tua filha se senta à tua beira
- bufa para as velas
- calça as sapatilhas
- faz xixi no pote
- acha que do outro lado do rio já é a tua terra
E está ali à procura do aguça para o pai, é aguça mamã?
Afia, se é para a mamã é afia...

sexta-feira, 1 de maio de 2015

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Tecnologias

Filha com comando tenta meter "meninos", pai com o telemóvel muda de canal.
- pai...queio meninos, não dá...

Dia da mãe

Já tive a festinha do dia da mãe, com direito a lembrança e tudo.
Um vaso com semente de girassol para semear com a pequena.
Sol, mãe e uma flor.



Foto de Angélica Luís.

Foto de Angélica Luís.

Foto de Angélica Luís.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Cabeça, ombros, joelhos e pés

Ser mãe de uma criança pequena é...
...estar parada no semáforo vermelho, e reparar que no carro de trás o condutor gesticula muito, vira-se para trás, bate-palmas e mete as mãos na cabeça, nos ombros, e inclina-se quatro vezes para a frente.
Mete as mãos na cabeça, nos ombros e inclina-se quatro vezes para a frente.
Neste ponto desmancho-me a rir à gargalhada...sozinha no carro.
E eis que ele mete as mãos nos olhos, ouvidos, boca e nariz e aí...bem aí não há como resistir, aí cantamos...

terça-feira, 28 de abril de 2015

Cochinhar

O último tpc cá de casa foi fazer uma receita com a pequena.
Já tinha usado algumas vezes o avental, e adorou andar toda vestida.
Mas... o avental é de adulto então pediu à avó um avental piquinino.
Hoje o pai trouxe o avental, vestiu-o e disse: já pocho cochinhar.
Acho que vou passar a pasta:))))
A pasta, o arroz, as batatas...e tudo aquilo a que ela tem direito:)))

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Ontem no passado

Há dias percebi que tudo o que é passado é "ontem".
Então expliquei ao pai: tudo o que é passado é ontem.
Agora diz: mãe fiz isto ontem no passado.
Dormi ontem no passado.
Comi ontem no passado.

domingo, 26 de abril de 2015

Benfica-Porto

- Helena és do Benfica ou do Porto?
- do Pôto, eu e o papá 
- Eu sou do Benfica
- tu és porque és de Casss-cais

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Gastando o nome da mãe

- mãe que estás a fazer?
- a levar os sacos
- os sacos Angélica?
- sim, os sacos Helena
- estão pisados Angélica?
- não filha não estão
- e agora que fazis Angélica
- chamo o elevador
- eu ajudo: ELEVADORRRRRRRRRRRRRR
- Helena eu chamo com a chave
- está bem Angélica, eu chamo com o grito. Viste Angélica, ele ouviu, já chegou Angélica.
Vai gastar-me o nome, agora que o aprendeu eheh.

Futura instrutora de condução


- mãe já chigámos
- já filha falta estacionar
- já chigámos olha a paiede
- a mãe está a chegar para a parede para não ficar no lugar do vizinho
- mãe esse lugar é do pai
- não filha, é do vizinho, não estás a ver o carro do vizinho?
- sim, mas tu estás no lugar do pai
- estou nada, estou no lugar do condutor. O lugar do condutor é de quem conduz
- ahhh e o pai não está
- sim, como é a mãe que conduz e é aqui que está o volante é o meu lugar
- ´tá bem, quando o pai vier ele conduz!!

Angélica

Anzélica, Angélica Angélica Angélica. 
A felicidade de aos 35,5 conseguir dizer o nome da mãe.

sábado, 11 de abril de 2015

Arrunhemos

Algumas coisas seriam mais fáceis se fossem as crianças a decidir.
Helena tenta tirar um autocolante colado, e vê que eu tiro com a unha.
- oh mãe é com a unha? estás a arrunhar?
- arranhar filha
- arranhar? mas é a unha...

Divisão de tarefas parentais

Modelo interno de divisão de tarefas "by Helena".
- pai quero ver o Winnie
- mãe quero fazer cocó

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Espirros e falta de sono

22:14 ataque de espirros.
Do quarto onde uma alminha devia estar a dormir: Bibaaaaaaaaaa
- obrigada filha.

segunda-feira, 30 de março de 2015

já chigámos? já chigámos? já chigámos?

Da creche para casa:
- mamã já chigámos? já chigámos? já chigámos?
Lá fui respondendo que não, está quase, mas a pergunta continuava. Até que:
- sim filha, estou na cozinha, vem ter comigo.
- oh mãe estás a concuzir, não estás nada na cozinha, ainda não chigámos!!!!!

sábado, 28 de março de 2015

Mãe pócuei isto

Qual o objectivo de se procurar uma coisa? Encontrá-la.
Então cá por casa quer se procure algo e encontre, ou se encontre sem querer o comentário é sempre o mesmo: mãe pócuei isto.
- não filha não procuraste, encontraste.
- encontei, mãe vou encontar o outro ...
- vais procurar para ver se encontras.
É complicado...eu sei...

segunda-feira, 23 de março de 2015

terça-feira, 17 de março de 2015

Tês foi a conta que Deus fez

A família e a matemática.
Conversa de mulheres no wc.
- mãe somos tês, tu um, Nena dois, ONDE ESTÁ O TÊS???
O "tês" estava ausente.